Primeiro prêmio!

Nos dias 13 e 14 participamos do Encontro Internacional de Veículos Antigos, na cidade de Ponta Porã – MS e tenho a certeza de que foi um dos maiores encontros de veículos antigos já realizados em nosso estado, com mais de 300 carros, inclusive com a presença dos vizinhos paraguaios.

 

Pra completar a festa, a Variant recebeu o seu primeiro prêmio… destaque em originalidade do evento!

 

A viagem foi muito tranquila… Rodamos aproximadamente 650 km.. Fomos em 4 adultos + bagagem na variant, que me surpreendeu pelo conforto na estrada… Não tirei média de km/l, mas assim que abastecer atualizo aqui.

Mecanicamente o carro se comportou muito bem, com mínimas ressalvas… apareceram rangidos na suspensão traseira do lado do motorista e pequenas falhas ao tirar o pé e voltar a acelerar (acredito que falte um ajuste fino na dupla carburação).. pequenas coisas que iremos ajustar com calma.

De volta e de banho tomado, agora é aguardar novas aventuras!

20181021_164846

 

Anúncios

Viagem a vista…

20181006_115602

Variant vai encarar um trajeto longo comigo pela primeira vez.. rumo ao encontro de carros antigos de Ponta Porã – MS… serão em torno de 650 km entre ida e volta.

Para não ter surpresas, resolvi trocar preventivamente tudo o que poderia me causar dor de cabeça na estrada. Platinado, rotor, tampa do distribuidor, bobina, cabos de acelerador e embreagem, flexível da embreagem..

Só não troquei o condensador por não ter achado um novo pra comprar.. mas vou levar um de reserva por via das dúvidas.  Também não vi necessidade da troca da bomba de gasolina (mas estou levando uma de reserva, caso dê pane). As peças trocadas estão funcionando perfeitamente e tb vão de reserva em uma eventual emergência.

De resto, resolvemos um probleminha no carburador esquerdo que tava dando excesso..  o comportamento do carro já mudou bastante, mas ainda acho que falta afinar melhor a dupla carburação dela.

 

 

1 ano com a Judith

Completamos 1 ano com a Judith com pouco menos de 1000 km rodados durante todo este período. A idéia é andar mais com ela, fazer mais viagens, já que as revisões necessárias já foram feitas.

Fiz um pequeno update nela, colocando as faixas brancas nos pneus. Não achei que combinaria tão bem com o visual do carro. Curti pra caramba.

 

 

De pernas pro ar…

WhatsApp Image 2018-06-26 at 09.29.54

Desde que comprei a Variant, mexi apenas na regulagem do motor, troquei oleo e uma bucha do amortecedor dianteiro.. não havia feito mais nada. E o freio estava com um pouco de deficiência desde que peguei ela… aparentemente, parecia que as pinças dianteiras demoravam muito para voltar após você tirar o pé do freio, sinal de podia ter algum entupimento no sistema. Outro ponto é que ao deixar o carro parado por alguns dias, quando ia sair com ele novamente, notava que estava um pouco freado, sintoma que sumia após alguns metros rodando com ele. Porém, como o freio estava funcionando relativamente bem e eu não ando muito com o carro, resolvi adiar um pouco a ida ao mecanico. Pois bem, chegou a vez de passar uns dias na oficina.

Depois de uma revisão geral em todo o sistema, descobrimos que os flexíveis (que ainda eram originais com o simbolo da vw) estavam parcialmente entupidos e bastante ressecados. Cilindro mestre, pinças, lonas traseiras e cilindros de freio estão em ordem.

Feita a troca dos flexíveis, trocou oleo de freio e sangrou o sistema, ficou outro carro.

Aproveitei a estadia no mecânico para tirar um pouco da folga do volante, com o ajuste da caixa de direção.. melhorou bastante esse ponto também.

 

Aquidauana – MS

Novamente prestigiando o encontro de carros antigos de Aquidauana, que já está em sua 4ª edição. A kombi, no entanto, apresentou alguns probleminhas técnicos nessa viagem.

Na ida, depois de ter rodado uns 70 km, percebi que algo estava errado com a ignição do carro, pois ouvia estouros no escapamento ao pisar fundo… novamente suspeitei do platinado que troquei a pouco tempo, mas ao parar em um posto para verificar a regulagem, percebi que o problema na verdade estava no carvão da tampa do distribuidor que tinha quebrado… substituí a tampa por uma reserva que tinha e segui viagem normalmente…

Porém, chegando na cidade da Aquidauana, a kombi deu uma pane elétrica que cortou tudo (ignição, farois, etc…). Um apagão geral, como se tivesse tirado o positivo da bateria. Inspecionei e não achei nada de errado, apenas suspeitei de algum curto ou isolamento no porta fusíveis.

Pra não ficar na mão, fiz uma ligação direta passando o 12v da bateria direto para a caixa de fusíveis, para que pudesse ligar a kombi ainda que de maneira provisória e movimentar ela lá na cidade… mas deu tão certo que nem quis mexer nisso lá no encontro… preferi vir embora pra Campo Grande, com a ligação direta mesmo, e deixar na mão do profissional que fez a elétrica dela há alguns anos atrás (Novembro/2014) e que sabe exatamente o que fez… preferi não arriscar na mão de algum picareta desconhecido.

Seguem algumas fotos.

 

Mais alguns km para a conta da Kombi, que já completou em torno de 10 mil km comigo…

Rodas e Faixas novas..

Setembro do ano passado, em um passeio pela cidade de Rochedo, próximo aqui de Campo Grande, a kombi teve um dos pneus furados… fora o contratempo de trocar o pneu em uma estrada sem acostamento, ao voltar pra casa e analisar, percebi que a ferrugem daquela roda era tamanha que havia ocasionado o furo na camara… Tentei montar o pneu sem camara, e havia um trinco na roda que não segurava o ar.. comecei a ficar preocupado.

Analisando as outras rodas, em duas percebi a existência de alguns pontos de massa plástica, provavelmente em lugares onde a ferrugem havia atacado. Uma delas estava boa e a outra era a que havia me deixado na mão pela ferrugem interna.

Bom, acabei correndo atrás e comprei 4 rodas novas sem uso. 3 delas da Fumagali, estavam em uma borracharia sem qualquer uso, encostadas em um canto (inclusive consegui com um preço muito bacana pelo fato delas estarem há tempos na loja). A diferença é que as rodas eram todas fechadas, enquanto as que eu tinha na kombi eram ventiladas (não dava pra instalar só as 3 e ficar com quarta roda diferente).  Saí então na captura de uma roda igual e acabei comprando de um amigo uma original, mas com o mesmo desenho.

Preferi pintar as rodas antes de colocar elas na kombi.. fiz o serviço junto com a pintura dos parachoques… e mesmo depois da pintura enrolei bastante para fazer o serviço de montagem. Até que essa semana a kombi resolveu amanhecer com um pneu no chão e me obrigou logo a trocar as rodas. Até que enfim elas foram pro carro.

Montei elas sem camara, aproveitei também para colocar novas faixas brancas, pois as anteriores não estavam legais. De quebra consegui vender as rodas ruins por um preço que me ajudou bastante.

IMG_20180525_150744

Essa semana ainda fui obrigado a desmontar novamente o carburador da kombi e limpar o injetor que apresentou entupimento…. Fiz uma limpeza bem rápida, ajustei novamente a folga no platinado e conferi o ponto, tudo aparentemente está em ordem!

Final de Semana agitado pra Kombi

Final de semana mais do que agitado.  No sábado tínhamos que levar mais uma noiva ao altar, então a kombi ganhou um trato especial com a cera Meguiar’s NXT Generation. E a noite, após a cerimônia, conduzi os noivos para um inusitado ensaio fotográfico no McDonald’s…

No domingo logo cedo foi hora de pegar estrada, um bate e volta até a cidade de Maracajú – MS, para participar do 2º Encontro de Antigos, totalizando 320 km entre ida e volta. Lá no encontro, olha o que encontrei.. uma linda Kombi, luxo autêntica, com absolutamente tudo no lugar…

A viagem foi super tranquila, mantendo médias de 90 – 100 km/h… apenas no final a Kombi começou a dar uns estouros pelo escapamento quando acelerava… culpa do platinado que pelo desgaste acabou desregulando e ficando todo fechado. Na segunda mesmo, por prevenção, resolvi trocar ele e o rotor do distribuidor.

Próximo encontro que irei participar será em Aquidauana – MS.

Final de semana, dia deles…

Sábado teve a reunião mensal da Confraria, com um encontro de gerações…

E domingo foi dia de colocar a Variant na estrada pela primeira vez.. foram poucos km, ao todo 50 km, mas já deu pra sentir que o carro está muito bom no geral. Detalhe pro velocímetro dela, que aparentemente está marcando menos do que a velocidade real (vou checar isso com um gps).

Lanternas da variant

IMG_20180414_153922_HDR

Uma das coisas que destoavam na Variant eram as lanternas traseiras. Basta olhar pra foto acima. Apesar de serem originais cibie, as duas estavam com os cantos quebrados. A do lado do passageiro era a pior, pois já havia sido remendada no meio. Do lado do motorista não vedava e entrava água e sujeira pelo canto superior esquerdo. As carcaças das lanternas em si estão boas, o ruim eram as lentes.

Foi um parto encontrar um par original por um preço acessível. Aliás, as lentes das lanternas traseiras devem ser um dos itens mais complicados de encontrar desse carro.. paralelo tem a rodo no mercado livre, mas de qualidade bem ruim e que desbotam facilmente. Queria um par a altura do carro, tinha que ser original.

Achei lentes avulsas, mas não me animei a comprar por medo de ter diferença de cores entre elas. As boas passavam dos 450 reais, o que é absurdo.. mas já estava me conformando.

Eis que um amigo me ofereceu um par em um valor bem acessível.. embora não fossem cibie, tinham o símbolo da vw, tratando-se de peça de reposição da própria fábrica.. mas as lentes estavam bem judiadas e precisavam de um trabalho de restauro, porém não tinham quebrados nas bordas iguais as minhas. Decidi encarar o desafio de deixar elas apresentáveis.

Chegaram assim pra mim:

Depois de limpar, lixar a superfície e também aplicar verniz vitral para retornar a coloração vermelha, o resultado não poderia ser melhor

Ficou melhor que antes, mas ainda assim devo continuar procurando um par cibie.. embora seja original tb, esse par que restaurei tem a borda da lanterna diferente, pois na lanterna cibie existe um filete cromado e nesse não.

Porém já fico mais feliz em saber que esse ponto do carro foi melhorado.